Cidades

CIDADANIA » Defensoria Pública vai fazer casamento comunitário LGBTI%2b

Publicação: 12/07/2018 04:00

As inscrições para os casais LGBTI+ (sigla utilizada para representar lésbicas, gays, bissexuais, transexuais, intersexuais e outras formas de identificação) interessados em participar de uma cerimônia comunitária de união em 21 de setembro, em Belo Horizonte, estão abertas. A iniciativa é promovida pela Defensoria Pública do Estado de Minas Gerais (DPMG).

O casamento será permitido para os casais em que qualquer um dos cônjuges seja LGBTI. Todo o procedimento será gratuito para quem não possui condições financeiras de arcar com as taxas devidas aos cartórios.

Os casais interessados devem se cadastrar até 3 de agosto, na sede da Defensoria Pública, que fica na Rua dos Guajajaras, número 1.707, no Barro Preto. O atendimento é de segunda a sexta-feira, de 12h às 17h. O órgão alerta que os casais devem ser inscrever com a maior antecedência possível, para que seja realizada a habilitação para o casamento.

Para o defensor público Vladimir de Souza Rodrigues, %u201Co casamento é a base da sociedade, daí a importância de que as pessoas saibam que o público LGBTI forma uma família como outra qualquer%u201D, afirmou em entrevista à DPMG.

A cerimônia será realizada no auditório da Cemig, no Bairro Santo Agostinho. O evento é para casais que morem na capital mineira. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (31) 3526-0312 ou no site da Defensoria Pública.

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.