Esportes

CRUZEIRO » Chance de ouro Mano Menezes usará últimos jogos da temporada para observar melhor o desempenho de alguns reservas. Atacante David deve ter uma sequência

Paulo Galvão

Publicação: 26/10/2018 04:00

O Cruzeiro ainda precisa somar pontos para se livrar matematicamente da possibilidade de rebaixamento no Campeonato Brasileiro, mas o técnico Mano Menezes vai usar os oito jogos que restam para dar chance a jogadores que pouco atuaram na temporada. Já diante do Paraná, amanhã, às 21h, no Mineirão, pela 31a rodada, a intenção é observar com mais atenção como se comportam alguns reservas, que poderão, assim, ser ou não mantidos em 2019.


A intenção é que quem entre consiga ajudar a Raposa a conquistar os três pontos sempre. “O jogador que entra tem de ter a visão de oportunidade e manter o nível da equipe. Vamos ver, colocar na balança, ver tudo direitinho, encontrar o ponto de equilíbrio para mudar o time”, explicou o treinador celeste.


Entre os que devem ganhar mais oportunidades neste fim de ano está o atacante David. Contratado no início do ano depois de se destacar no Vitória, ele chegou contundido e demorou para estrear, o que só ocorreu em 22 de abril.


Sem ter participado da pré-temporada e ainda estar se adaptando ao novo clube, pouco rendeu nas outras duas partidas que fez no primeiro semestre. Depois da parada para a Copa do Mundo foram outros 14 jogos, sete deles como titular, sempre quando Mano Menezes poupou os principais atletas em função de compromissos por outras competições.
Na derrota por 2 a 0 para o Ceará, quarta-feira, em pleno Mineirão, David entrou aos 15min do segundo tempo, substituindo Thiago Neves. Ele criou ao menos uma boa chance de gol, mas também perdeu a bola no lance que originou o segundo gol do Vovô.


O comandante celeste preferiu enaltecer os pontos positivos do atleta. E quer vê-lo recuperando o melhor futebol. “Jogar no Cruzeiro é diferente de jogar no Vitória, a responsabilidade é muito maior. E, ao criar expectativa, as coisas podem não acontecer. Mas ele vem bem, já fez dois ou três jogos bons. Queremos que ele tenha mais confiança. Temos de ter um pouco de calma para não jogar fora um jogador de grande potencial. Ele deve ter mais sequência neste fim de temporada. E ele entrou em situação adversa (na quarta-feira). Tudo isso tem de ser pesado, levado em conta, para que ele possa ir bem”, justificou Mano Menezes.

PENSANDO NO FUTURO
Membros da diretoria dão razão ao treinador e acreditam que o fim da temporada será um bom momento para David ganhar ritmo. Mas destacam que o mais importante será ele participar da pré-temporada com os companheiros em janeiro, ficando no mesmo nível físico que os demais para poder render tudo que pode.


Em janeiro, o Cruzeiro adquiriu 70% dos direitos econômicos do atacante por 2,5 milhões de euros (ou cerca de R$ 9,7 milhões à época), além de se comprometer a emprestar, no período de dois anos, jogadores ao Vitória pagando metade dos salários – o primeiro a entrar na parceria foi o lateral-esquerdo Bryan. O contrato assinado tem validade por cinco anos.
Como os demais jogadores que não começaram jogando na quarta-feira, David participou de treino técnico na tarde de ontem, na Toca da Raposa. Hoje, todo o grupo volta a trabalhar sob o comando de Mano Menezes, quando será definido o time que tentará se reabilitar no Brasileiro diante do Paraná.

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.