Polícia

DIVINÉSIA » Maníaco de Juatuba encontrado morto

Luana Cruz

Publicação: 07/09/2013 04:00

O homem conhecido como Maníaco de Juatuba foi encontrado morto, anteontem, na cidade de Divinésia, na Zona da Mata de Minas Gerais. Arilsson Moreira de Barros, de 38 anos, é acusado de matar pelo menos cinco pessoas, entre elas os pais da ex-mulher, e é suspeito também de estuprar sua ex-esposa.

Ele estava detido no Presídio de Ubá, mas fugiu da cadeia no início de agosto. O corpo de Arilsson Barros tinha marcas de quatro tiros, estava em avançado estado de decomposição e foi achado jogado em uma floresta às margens de de uma estrada de terra.

De acordo com a Polícia Militar (PM) tudo indica que a vítima estava há cerca de 10 dias no local. Os policiais encontraram o corpo depois de uma denúncia anônima. No bolso da roupa do homem havia a CNH com a identificação, além de 14 munições calibre .380 e 10 balas calibre .38.

Para comprovar a identificação, o irmão de Arilsson fez o reconhecimento do corpo no Instituto Médico Legal (IML) de Ubá. O pedido de exames da arcada dentária e o DNA também foram encaminhados pela perícia. De acordo com a Polícia Militar, Arilsson é natural da cidade de Dores do Turvo, bem perto do local onde foi encontrado morto e estava rondando a região desde a fuga.

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.