Son Salvador

A CABELEIRA DO...

Publicação: 19/05/2018 04:00

Verdade que o Neymar precisa jogar mais. Verdade que ele perdeu a noção do ridículo ao usar um penteado que é uma mistura de prato de macarrão com topete de Donald Trump. Mas isso não´é tudo, o time brasileiro precisa de algum jogador que tenha autoridade sobre o Neymar, que tenha a coragem de lhe dar uma bronca durante o jogo. Seleção Brasileira não é lugar para menino mimado, mesmo que ele seja muito bom de bola. Também acho que o camisa 10 está sozinho, de tão marrento, estão deixando que ele apanhe dos adversários. Ninguém compra a briga do rapaz, e o pior é que ele ainda não percebeu isso. Pelo jeito, ele só escuta mesmo os conselhos do cabeleireiro. Que também deve ser um grande humorista. Afinal, todo mundo está rindo do jogador.

NÃO FOI TÃO RUIM...

Claro, todo mundo esperava uma vitória, o time fez bons amistosos, o treinador se mostrou competente. Mas a estreia na Copa da Rússia mostrou que não adianta ter domínio de bola, não adianta parar a bola na frente do adversário e ficar rebolando. Tem que competir. Tem que lutar pelo resultado. Aquele gol do Philippe Coutinho passou uma falsa impressão, o time colocou em campo aquele futebol de muitos toque e poucos gols. Se apequenou, se tornou um time menininhos encarando um adversário de categoria inferior, mas com maior apetite de jogo.

TITE ERROU

Quando todo mundo pensou em ver um time mais ofensivo, o treinador teve que gastar duas substituições para mexer na cabeça de área. Mas, também, não acho que ele teria a coragem de colocar outro jogador no lugar do Neymar. Seria uma bela lição e, além do mais, ele teria um tempinho para ajeitar os cachos do cabelo antes do fim do jogo. Não espero que o camisa 10 jogue um futebol espetacular. Mas ele já ajudaria muito se não prendesse a bola, se deixasse o Brasil correr. Seria muito bom.

AUSÊNCIA

Querem saber de uma coisa? O Daniel Alves está fazendo uma falta tremenda. O time está torto, não vai bem ao ataque ali pela ala direita. É que o Danilo está acanhado, está contido, não tem a explosão que um jogador precisa ter para surpreender e ajudar no ataque.

GENTE FINA

Pelo jeitão da Copa, o Brasil sente falta de um jogador mau. Isso mesmo, aquele cara que peita os adversários e que defende seus colegas. Falta alguém com esse perfil. Não se vence Copa do Mundo com um time educadinho, bonzinho, isso deve ficar para depois do jogo, durante a partida tem que encarar, tem que dar o troco. A arbitragem está deixando o pau cantar em campo. Então, é preciso chegar junto sem pedir licença.

NÃO VIU

Miranda pode ser bom zagueiro. Pode ser um jogador importante, mas foi infantil no gol que o Brasil levou. Empurrão dentro da área a gente vê todo dia, e o árbitro faz de conta que não vê. Por outro lado, o goleiro escolhido pelo Taffarel errou feio, falhou num lance em que deveria ter saído. Cruzamento dentro da pequena área. Não podia deixar o Zuber cabecear sozinho. Deu mole.

APESAR...

Mesmo com o futebol da Seleção Brasileira decepcionando, vejo que aos poucos a turma se vestindo de verde e amarelo. Andaram misturando as coisas, tentaram transformar o verde e amarelo num fantasma. Mas a verdade é que a camisa da Seleção não tem nada a ver com a crise brasileira. Pode até ser usada como escudo, coisa de inescrupulosos. Mas imaginem se culpassem as cores da bandeira americana pelos erros do Trump...

SÓ SÃO BRAILE SALVA...

E o tal árbitro de vídeo que chamam de VAR está pisando na bola durante a copa. Pensei que a arbitragem só tivesse problema oftalmológico dentro de campo. Mas, pelo jeito, diante de um monitor eles enxergam bem menos.

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.