2ª Página

A VOZ DO POVO

Publicação: 05/04/2016 04:00

VIVER É RESOLVER PROBLEMAS

 

"Estou com sérios problemas financeiros, principalmente nesta crise. Isso me angustia muito e a sensação é de que não tenho saída. Estou deprimido."

Geraldo Gabriel – Belo Horizonte 

 

Qualquer problema, seja qual for sua natureza, é apenas um problema. A angústia e a depressão são consequências do gasto excessivo de energia de maneira errada. Em vez de envidarmos esforços para equacionar as questões, a fim de resolvê-las, lutamos contra a realidade, fantasiando que aquele problema não deveria existir.


É comum também nos enclausurarmos na autopiedade e na culpa, em vez de nos perguntarmos humilde e  responsavelmente em que nós erramos e o que consertar. A forma de enxergar qualquer problema que nos acontece, faz toda a diferença para sua solução.


Primeiramente, é preciso entender que, como não somos perfeitos, sempre teremos algum problema, motivado por outros e, sobretudo, por nós. O problema mostra nossos pontos fracos e é onde devemos nos aperfeiçoar. E a partir daí, devemos pedir ajuda a pessoas melhores que nós naqueles pontos.


Pedir ajuda não no sentido que alguém resolva para nós o problema, mas que nos ensine o caminho para resolvê-lo. No caso do leitor, por exemplo, não é ficar procurando alguém que lhe dê dinheiro ou pague suas contas, mas que o ensine a gerenciar sua parte financeira.


Em segundo lugar, devemos ter em mente que todo problema, para ser problema, tem de ter solução. Qualquer problema sem solução é falso. Essa crença nos leva a encontrar força e energia em qualquer situação, por mais grave que ela seja. E só com energia encontramos as saídas.


Não adianta desesperar, esperar um milagre, chorar, repetir a situação das causas que levaram àquela situação e os possíveis caminhos de resolução. No caso dos problemas financeiros, é comum que as pessoas não tenham um orçamento. Sem esse instrumento, dificilmente se encontra um equilíbrio. Começando uma mudança nesse sentido, o leitor, no lugar da angustia, encontrará esperança.

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.