Esportes

CRUZEIRO » Em alto-astral Com gols nos últimos cinco jogos, Thiago Neves destaca atuação coletiva e garante futebol ofensivo amanhã, diante do Atlético-PR

Paulo Galvão

Publicação: 11/07/2017 04:00

Os cinco gols nos últimos cinco jogos mostram que a fase de Thiago Neves é ótima. Maior investimento do Cruzeiro para 2017, ele vem se destacando, mesmo quando o time não consegue os resultados, como foi na derrota por 3 a 1 para o Atlético, quando abriu o placar e lutou o tempo todo. A última boa atuação foi nos 3 a 1 sobre o Palmeiras, domingo, no Mineirão, que não só reabilitou a equipe celeste, como acendeu a esperança da torcida de que o ano ainda poderá render coisas boas – além do Campeonato Brasileiro, o time também disputa a Copa do Brasil e a Primeira Liga.

Assim, há a expectativa que se saia bem na terra natal dele, Curitiba, onde a Raposa enfrenta o Atlético-PR, amanhã, às 21h45, pela 13ª rodada do Nacional. Ele acumula experiência contra o Furacão desde quando atuava pelas categorias de base do Paraná Clube, além de ter defendido também Fluminense e Flamengo contra o rubro-negro paranaense.

Com essa bagagem, dá a receita para o Cruzeiro amanhã: “Precisamos conseguir mais um bom resultado e mesmo fora de casa não podemos jogar só atrás. Vamos buscar a vitória e depois pensar nos outros jogos”, diz o camisa 30.

Como todo cruzeirense, ele ficou muito satisfeito com o triunfo sobre os palmeirenses, principalmente pela aplicação de todo o time. Porém, ressalta que será necessário seguir vencendo para pensar em coisas maiores no Brasileiro, no qual o time celeste voltou a figurar no pelotão de cima da tabela de classificação.

Segundo ele, a atuação no domingo serve de parâmetro para o que o time precisa fazer na sequência da competição. “Nosso time foi maduro diante do Palmeiras. Mesmo quando tomamos o gol, colocamos a bola no chão, fizemos nosso jogo. Temos de seguir assim”, argumenta ele, que já tem soma 11 gols na temporada, além de ter dado sete assistências.

Quem também espera que o time finalmente embale é o técnico Mano Menezes. Ele sabe que como uma derrota colocou o time em posição boa na tabela, uma derrota pode levar de volta à proximidade com a zona de rebaixamento.

“Temos de fazer uma série de vitórias, uma série de resultados positivos, uma série de jogos pontuando. É isso que dá campanha. Depois disso poderemos falar em objetivos maiores”, afirma o treinador, que, obviamente, vê pontos muito positivos no triunfo de domingo. “Um jogo como esse, pela grandeza que é, pela qualidade do adversário, te devolve a confiança. Mas essa confiança tem que vir agregada de pontuação em todas as rodadas e é isso que faz a diferença”, declara.

MUDANÇA

Para o jogo de amanhã, Mano não poderá contar com o volante Ariel Cabral, suspenso por ter recebido o terceiro cartão amarelo. Para complicar, o também volante Hudson deixou o jogo com o Palmeiras reclamando dor na coxa direita e será reavaliado hoje.

Desfalques certos, mais uma vez, são o lateral-direito Ezequiel, os zagueiros Dedé e Manoel e os meias De Arrascaeta, Rafinha e Robinho, além dos atacantes Raniel e Judivan. Todos se recuperam de problemas físicos.

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.