Esportes

ATLÉTICO » Vez do curinga Contando com o aval do técnico Levir Culpi, o polivalente Patric deve mesmo jogar na lateral esquerda diante do Internacional amanhã, no Sul

Roger Dias

Publicação: 20/11/2018 04:00

Lateral-direito, lateral-esquerdo, volante ou até mesmo atacante. O lado versátil de Patric quase sempre é útil ao Atlético nos momentos mais complicados. Agora, com a equipe lutando para confirmara a vaga na Copa Libertadores de 2019, o jogador pode novamente ser o curinga para substituir o suspenso Fábio Santos no duelo com o Internacional, amanhã, às 19h30, no Beira-Rio, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Patric já atuou na lateral-esquerda em praticamente todo o segundo tempo da vitória sobre o Bahia por 1 a 0, sábado à noite, quando o titular da posição recebeu o cartão vermelho. Mesmo que o time alvinegro conte com o prata da casa Hulk, que joga pelos lados, o técnico Levir Culpi deve optar pela experiência no importante confronto no Sul do país.

O jogador de 29 anos, que teve o vínculo com o clube renovado até o fim de 2019, é um dos poucos atletas do atual elenco que já trabalharam com o treinador: os demais foram o goleiro Victor, o zagueiro Leonardo Silva, o volante Lucas Cândido, o meia-atacante Luan e o centroavante Ricardo Oliveira (no Santos). Por coincidência, foi o próprio Levir Culpi que “descobriu” o lado polivalente do então lateral-direito em 2015 – em um treino na Cidade do Galo, ele escalou Patric como atacante pelo lado esquerdo e gostou do que viu.

Ainda que Patric seja favorito à vaga, Levir despista sobre a formação do time titular: “Vamos sentar direitinho. Troquei ideias com os jogadores nas substituições contra o Bahia, e deu certo. Vamos analisar, pois temos pouco tempo para a próxima partida”, afirma Levir, que tem mais um desfalque importante na equipe que visita o Internacional: o volante Elias levou o terceiro cartão amarelo e tende a ser substituído por Galdezani, que, na partida anterior, contra o Paraná, havia sido o escolhido para entrar na vaga do então suspenso Adílson. Na lateral-direita, Emerson, livre de suspensão, está confirmado.

Além do jogo contra o Bahia, Patric jogou como lateral-esquerdo este ano na etapa final da derrota contra o Ceará. Na ocasião, Hulk foi titular, mas Levir o sacou no intervalo porque o atleta da base cedeu espaços aos atacantes adversários e levou um cartão amarelo com poucos minutos de jogo, correndo o risco de ser expulso. No total, Patric esteve em campo 34 vezes nesta temporada, sendo 32 desde o início.

IRREGULARIDADE Natural de Criciúma, o lateral chegou ao Atlético em 2011, mas foi emprestado a diversos clubes e nunca conseguiu ter um desempenho regular pela equipe. Sua melhor temporada foi em 2016, quando marcou cinco gols e foi titular frequente em várias posições. No ano passado, porém, foi pouco aproveitado e acabou sendo emprestado ao Vitória.

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.