Cidades

André Valadão fala sobre festa do Dia das Bruxas dentro da Igreja Lagoinha

Publicado

em

André Valadão - Dia das Bruxas - Reprodução

O pastor evangélico e também líder da Igreja Batista Lagoinha, André Valadão, virou polêmica depois de organizar um Dia das Bruxas dentro da igreja nos Estados Unidos, onde a festa é conhecida como Halloween.

Tradicionalmente os cristãos protestantes não participam da data e nem sequer deixam os filhos irem à escola quando as instituições promovem festinhas à fantasia. Até mesmos petshops são orientados a não usarem enfeites de Halloween em pets de evangélicos.

Por este motivo Valadão vem sofrendo críticas de evangélicos que o viram fantasiado para o Dia das Bruxas dentro da igreja em Orlando, com todos os fiéis também caracterizados.

“Enquanto o mundo mergulha nas sombras do Halloween, aqui na nossa igreja escolhemos celebrar a vida, refletindo a alegria que o nosso Deus nos proporciona”, disse o perfil da igreja.

André Valadão se explica

Após a polêmica tomar conta da imprensa, Valadão se pronunciou sobre o Dia das Bruxas gospel.

“Muitos estão me atacando e me ligando à politica. Aproveito para deixar claro que eu não sou bolsonarista, embora o assunto seja a festa. Muitas pessoas não entendem que nos Estados Unidos [o Halloween] é um evento que as crianças participam muito. Aqui na América do Norte essa cultura é muito forte”, disse.

Valadão disse que quer ressignificar a data: “Diferente do Brasil, nos Estados Unidos a cultura à festa de dias das bruxas, algo macabro, é muito grande e atinge, principalmente crianças. Com o objetivo de transformar essa visão e unir os fiéis para algo iluminado, de vida, decidimos fazer uma celebração na data”.

Receba as notícias do Aqui de graça no seu celular. Inscreva-se.