Cidades

Eduardo Costa conta como era trabalhar em elevadores de BH

Publicado

em

Reprodução - Band Minas

O jornalista Eduardo Costa, que apresenta um programa diário na Itatiaia e na Band Minas, lançou neste fim de semana o livro que escreveu durante a pandemia,  “O Ascensorista – as histórias de um repórter”.

No livro biográfico ele conta como foi seu trabalho como ascensorista (pessoa que fica no elevador apertando os andares) e revisita os principais fatos de sua carreira como jornalista e repórter de campo.

Aos 67 anos de idade, ele tem 46 só de jornalismo e muitas histórias pra contar.

A obra foi escrita durante a pandemia e teve seu final alterado para poder incluir o episódio em que ele deixou seu programa na Record Minas para aceitar o convite de Romeu Zema e ser vice em sua chapa.

O acordo acabou não indo pra frente por problemas entre o partido ao qual Costa é filiado, o Cidadania, e o PSDB, que tinham um acordo nacional.

No livro Eduardo Costa fala sobre o assunto e outros pontos da carreira. O livro custa R$ 50,00 e está à venda no site da editora Comunicação de Fato, veja aqui.

Receba as notícias do Aqui de graça no seu celular. Inscreva-se.