Cidades

“Foi para o Rio viver um sonho”: amigos lamentam estado de mineiro baleado

Publicado

em

Reprodução - TV Integração

O mineiro Bruno Lima da Costa, que saiu de Juiz de Fora por causa de uma aprovação em um concurso para trabalhar na Petrobras, no Rio de Janeiro, e que foi baleado no início da semana durante um sequestro de ônibus, segue em estado grave.

O estudante de Engenharia na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) segue internado e não tem previsão de alta.

Alguns amigos, em entrevista para a TV Integração, falaram sobre como era a convivência com o amigo, que saiu do interior de Minas em busca de um sonho profissional:

“Ele foi para o Rio viver um sonho. Quando passou no concurso da Petrobras, fomos a um barzinho comemorar. Encarava essa conquista como uma mudança de patamar na vida”, disse Israel Fernandes, de 33 anos, amigo de Bruno.

Bruno, que também fazia aulas de música, foi elogiado por seu professor, Thales Tácito, no Conservatório Estadual de Música Haideé França Americano:

“O Bruno, apesar de ter uma personalidade um pouco mais retraída, no palco é grandioso, é de um talento enorme, um grande cantor, um grande artista e é uma pessoa muito do bem”.

Receba as notícias do Aqui de graça no seu celular. Inscreva-se.