Cidades

Garota de programa é acusada de matar a rival com garrafa de cerveja quebrada

Publicado

em

Reprodução - Câmera de segurança

Uma mulher de 28 anos foi detida pela Polícia Militar em Acreúna, Goiás, sob a acusação de ter utilizado uma garrafa de cerveja quebrada para assassinar Jéssica Rodrigues, de 30 anos, supostamente por ela ser sua rival no mundo da prostituição.

A confusão aconteceu durante uma briga em frente a um bar. As duas mulheres eram garotas de programa e já possuíam desavenças antigas.

O crime aconteceu no último sábado, dia 25, no final da madrugada. Câmeras de segurança registraram a confusão, que teve início com uma discussão entre as envolvidas. Em determinado momento, a vítima arremessou uma lata na suspeita.

Em resposta ao ataque, a mulher investigada pelo homicídio utilizou a garrafa como arma, atingindo Jéssica no pescoço.

As imagens capturadas mostram o momento em que a vítima cai após ser golpeada.

Apesar de ter sido socorrida e encaminhada ao hospital, Jéssica não resistiu aos ferimentos e veio a falecer. A suspeita do crime confessou o assassinato, segundo informações divulgadas pela Polícia Militar.

Conforme apurado pelas autoridades policiais, a mulher presa já possuía histórico criminal por ameaça e desacato.

Por sua vez, a vítima tinha antecedentes por homicídio na Comarca de Montividiu.

Receba as notícias do Aqui de graça no seu celular. Inscreva-se.