Cidades

Idosa dada como morta em hospital é descoberta viva em necrotério

Publicado

em

Foto: Divulgação/Secretaria Estadual de Saúde de Santa Catarina

Uma idosa de 90 anos, identificada como Norma Silveira da Silva, foi encontrada viva em um necrotério do Hospital Regional de São José, na Grande Florianópolis.

O caso ocorreu no último sábado, dia 25, e a mulher acabou falecendo na manhã de segunda-feira, dia 27. A família acusa o hospital de negligência.

O filho da idosa e uma amiga da família compartilharam a história através das redes sociais do deputado estadual Sérgio Guimarães (União).

Em um vídeo, eles detalharam como tudo aconteceu. De acordo com eles, Norma deu entrada no hospital na sexta-feira, dia 24, e, no sábado à noite, o filho Renato recebeu uma ligação do hospital.

“O hospital me chamou e me comunicou que ela tinha falecido por volta de 23h40. Eu fiz todos os procedimentos necessários, chamei a funerária e quando eu estava em casa de madrugada, o rapaz da funerária me ligou dizendo para eu retornar ao hospital porque minha mãe estava viva”, relembrou Renato.

Segundo o relato, a mão da idosa caiu do saco preto e o funcionário percebeu que o corpo dela ainda estava quente.

“Ela estava respirando fraquinho. Então correram para reanimá-la novamente, chamaram o filho e os médicos deram uma série de desculpas que nós não entendemos”, complementou Jéssica, amiga da família.

Ainda de acordo com Jéssica, a idosa não recebeu o devido cuidado após essa situação. “Eles a mandaram para o quarto no dia seguinte, sem nada. Sem equipamentos, sem sonda para alimentação. Ela ficou dias sem se alimentar e hoje veio a óbito às 4h da manhã”, afirmou.

Em nota, a Secretaria Estadual de Saúde (SES) de Santa Catarina informou que, segundo a direção do Hospital Regional Homero de Miranda Gomes, de São José, a paciente estava em tratamento paliativo dentro da unidade:

Receba as notícias do Aqui de graça no seu celular. Inscreva-se.