Cidades

Mãe esfaqueia o marido após ele bater no filho de 4 anos por motivo absurdo

Publicado

em

Polícia Militar foi acionada por jovem que tentou matar o pai em BH
Foto: Leandro Couri/EM/D.A Press

Uma mãe de 34 anos esfaqueou o próprio marido, de 28 anos, neste domingo, 25, após ele agredir o filho do casal de apenas 4 anos, segundo registrado pela Polícia Militar de Minas Gerais.

O caso aconteceu na cidade de Uberaba, no Triângulo Mineiro. Após dar uma facada no marido, ela o acompanhou até o hospital para receber cuidados médicos.

Ele passou por cirurgia para costurar o corte na barriga, mas não teve nenhum órgão perfurado e está estável.

Segundo os relatos da mãe, ela esfaqueou o marido porque ele espancou o garoto de 4 anos, com socos na costela e enforcamento alegando que a criança “estava olhando a bunda da mãe”.

O pai ainda disse que “o menino estava comendo a mãe com os olhos” e que “já tinha tempo que estava de olho nos dois”.

Ainda segundo o relato da mãe, o marido disse que se ela contasse o que ele tinha feito a mataria. Foi quando ela defendeu o filho e esfaqueou o marido. Ele tinha saído da cadeia em agosto do ano passado.

A Polícia Militar não conseguiu ouvir o marido porque ele estava sedado. A faca foi apreendida.

Advogado vê legítima defesa de outrem

De acordo com o advogado criminalista Renato Figueiredo, ouvido pelo Jornal Aqui, caso o acontecimento vá parar na Justiça, a mãe poderia alegar legitima defesa de outrem. O artigo 25 do código penal estabelece que faz “legítima defesa quem, usando moderadamente dos meios necessários, repele injusta agressão, atual ou iminente, a direito seu ou de outrem”. Neste caso ela atuou em prol do filho, que não podia se defender do espancamento.

Receba as notícias do Aqui de graça no seu celular. Inscreva-se.