Cidades

Polícia pede para pessoas facilitarem roubo de carro: “Deixe as chaves”

Publicado

em

Reprodução - Banco de imagem

Toronto, maior cidade do Canadá, tem enfrentado um número absurdo de roubos de carros, só em 2023 foram 12.024 veículos, um aumento de quase 25% em relação ao ano de 2022, onde 9.657 veículos foram furtados. 

Com isso, o serviço policial da cidade orientou que os cidadãos facilitem o roubo dos carros, caso haja invasão de suas casas, uma vez que as invasões domiciliares para roubo de carro aumentaram 300% no último ano. 

Para que as pessoas não sejam atacadas quando os ladrões invadirem suas residências, a recomendação da polícia de Toronto é para que os residentes facilitem o acesso aos veículos. A maior parte das invasões a casas é para roubo do veículo. 

Uma mulher que teve seu veículo arrombado três vezes, viralizou ao colocar um bilhete em seu carro. “caro Sr. Ladrão, por favor, não quebre a janela do meu carro. A porta está aberta. Tenha um ótimo dia”

Marco Ricciardi, do Serviço de Polícia de Toronto, disse em uma reunião de segurança comunitária que  “para evitar a possibilidade de ser atacado em sua casa, deixe suas chaves na porta da frente, porque eles estão invadindo sua casa para roubar seu carro. Eles não querem mais nada.”

Existem suspeitas que as ações sejam orquestradas pelo crime organizado, onde os carros roubados acabam sendo transferidos para outras cidades e outros países para serem vendidos. A polícia divulgou que 46% dos veículos são recuperados. 

Novas recomendações 

Ontem, (14) após a repercussão negativa das orientações do policial Ricciardi, a polícia divulgou um texto com novas orientações, dessa vez, o comunicado não contém o pedido para os moradores facilitarem a ação dos ladrões.

No documento divulgado, os cidadãos são orientados a instalar, se possível, câmeras de segurança e um sistema de alarme nas suas residências, além de colocar películas escurecidas nas janelas, travas adicionais nas portas e evitar publicações nas redes sociais informando sobre viagens nos finais de semana, durante as quais a casa está sem os respectivos moradores.

Receba as notícias do Aqui de graça no seu celular. Inscreva-se.