Curiosidades

Passageiro assume o controle de avião após membro da tripulação ficar incapacitado

Publicado

em

Reprodução

Um incidente inusitado ocorreu durante um voo da companhia aérea Air Transat, quando um passageiro assumiu o controle da aeronave após um membro da tripulação ficar incapacitado.

O voo TS-186 partiu de Toronto, no Canadá, com destino ao Aeroporto Internacional de Punta Cana, na República Dominicana, e estava programado para chegar por volta das 14h, horário local, na segunda-feira, 20 de novembro. No entanto, somente agora o caso veio à tona.

De acordo com informações do Transportation Safety Board of Canada (TSB), após quase três horas de voo, um membro da tripulação teria ficado incapacitado.

Por sorte, um dos 299 passageiros a bordo era um piloto qualificado pela empresa e decidiu intervir, substituindo o membro incapacitado.

Apesar do incidente, a aeronave conseguiu pousar em segurança na República Dominicana, sem relatos de feridos. O TSB não especificou qual era o papel exato do membro da tripulação que ficou incapacitado durante o voo.

Este não é o primeiro caso desse tipo envolvendo voos da Air Transat. No início deste ano, um incidente semelhante ocorreu em um voo da companhia aérea Air Canada. Um piloto fora de serviço assumiu as funções do tripulante após este ter ficado incapacitado em um voo de Toronto para Newfoundland.

Segundo informações do blog especializado em aviação FlightCopilot, os aviões modernos são projetados para ter, no mínimo, dois pilotos operacionais: um comandante e um copiloto. Portanto, a incapacitação de um membro da tripulação é considerada uma emergência e exigiria um desvio e pouso em um aeroporto adequado.

Receba as notícias do Aqui de graça no seu celular. Inscreva-se.