Curiosidades

Repórter da Globo Minas entra com ação trabalhista de R$725 mil contra emissora

mm

Publicado

em

O repórter Aluísio Marques, conhecido pela sua atuação na Globo Minas, deu entrada em uma ação trabalhista no valor de R$725 mil contra a emissora. A alegação principal é de ter sido vítima de assédio moral e de ter sido obrigado a trabalhar mesmo estando com Covid-19.

Marques, que faz parte da equipe da rede Globo desde 2015, revelou que além das suas funções como repórter, ele também desempenhava papeis de editor de texto, operador de teleprompter, editor de imagem e cinegrafista, tudo isso sem receber a devida remuneração.

O processo está sendo movido por Marques mesmo enquanto ele ainda faz parte do quadro de funcionários da emissora. No momento, o repórter está de férias, conforme informações divulgadas pelo portal NaTelinha.

A defesa de Aluísio Marques alega que a Globo se enriqueceu às custas do trabalho dos funcionários, mencionando inclusive colegas do jornalista que recebiam mais por desempenhar as mesmas funções. Até o momento, a emissora não se pronunciou sobre as acusações.

Obrigado a trabalhar com Covid-19 

Além das acusações de assédio moral, Aluisio Marques também denuncia que foi obrigado a trabalhar mesmo apresentando sintomas de Covid-19 durante a pandemia. Segundo o relato do jornalista, ao procurar seu superior para informar sobre os sintomas, foi orientado a continuar trabalhando normalmente, sem mencionar sua condição aos colegas de redação.

Diante da resistência da equipe local em liberá-lo, Marques precisou entrar em contato com a direção no Rio de Janeiro, que recomendou seu afastamento imediato. Contudo, o repórter afirma que só foi liberado pela chefia em Minas Gerais algumas horas depois.

Marques também relata dificuldades para ter acesso ao banheiro, afirmando que em algumas situações precisou de autorização da editora-chefe para utilizar as instalações sanitárias.

Todas essas situações foram levadas ao compliance da empresa, mas até o momento o jornalista não obteve um retorno sobre suas queixas.

Receba as notícias do Aqui de graça no seu celular. Inscreva-se.