Entretenimento

“Amante” de Ana Hickmann estaria adoecendo filho deles, acusa o ex

Publicado

em

Reprodução

Nesta última quinta-feira (22) o ex-marido de Ana Hickmann, Alexandre Correa, protocolou mais uma petição, a ação tem sido vista como uma nova estratégia para se posicionar como a parte prejudicada no conturbado processo de divórcio. O empresário acusa Edu Guedes, que é mencionado nos registros do processo como “o amante de Ana Hickmann”, de induzir distúrbios psicológicos em seu filho de dez anos, além de afirmar que a Justiça tem ignorado seus apelos, por conta da fama da sua ex-esposa.

Correa está revoltado porque o Ministério Público acabou indeferindo alguns de seus pedidos, incluindo a realização da perícia técnica para confirmar a alienação parental, a decisão anunciada na semana passada indicou que o empresário não apresentou evidências substanciais para fundamentar seu pedido.

Agora, ele e os seus advogados decidiram mudar a tática e partir para cima, não somente de Ana Hickmann, como já estão fazendo, mas também de Edu Guedes. Na nova petição apresentada nesta semana, o nome do apresentador e chef de cozinha não é mencionado, apenas como amante. Alexandre tem atribuído a responsabilidade de seu filho com a modelo ter adquirido doenças psicológicas ao novo namorado, Edu Guedes. 

“O Autor [Alexandre Correa] e a criança estão sendo vítimas de alienação parental e crimes como coação praticados pela Ré [Ana Hickmann] e seu amante [Edu Guedes] inclusive no momento da entrega do filho por ordem judicial, e mesmo assim o parecer ministerial demonstrando total apoio aos atos criminosas prefere fazer vista grossa é se apõe a realização de prova pericial prevista na lei da alienação parental inclusive, data vênia, por essa razão que se pugna novamente pela declaração de suspeição do parquet sob pena de nulidade processual”, apresenta o documento.

O documento ainda acrescenta. “A criança está doente e sendo coagida pela Mãe e o amante e o douto Ministério Público em completa omissão e dando total apoio aos danos causados, lamentável que uma pessoa famosa tenha esse poder absoluto no Brasil e com apoio da Justiça”.

As acusações não param por aí, Correa ainda acusa sua ex-esposa de tê-lo prejudicado durante seu tratamento contra o câncer, em 2020, quando foi diagnosticado com um carcinoma no pescoço, mesmo tendo anunciado sua cura em 2021, Alexandre, continua em processo medicamentoso para evitar que a manifestação da doença novamente. 

Alexandre Correa, afirma não ter condições financeiras para adquirir os remédios, que estão disponíveis gratuitamente pelo SUS, e também alega falta de recursos para manter o acompanhamento com os médicos particulares que o assistiram durante a fase mais crucial de seu tratamento.

“O autor está em condições de vulnerabilidade financeira em face de que Mãe alienadora usou o “golpe maria da penha” para afastar esses de seus bens e do trabalho, e por isso não tem condições de pagar nem sua moradia e remédios para tratamento das consequências de um câncer, e mesmo que tivesse acesso aos recursos trata-se de prova pericial e que não poderá ser suprida por médico particular, o douto parquet não está pensando na criança, apenas em dar guarida ao FAKE NEWS de falsa agressão proferido pela Ré”, aponta o empresário na petição.

As assessorias de Ana Hickmann e de Edu Guedes não manifestaram nenhuma nota em relação às novas petições protocoladas por Alexandre Correa.

Receba as notícias do Aqui de graça no seu celular. Inscreva-se.