Entretenimento

Ana Hickmann descumpre medida judicial e pode ser punida

Publicado

em

Reprodução - Record

A apresentadora Ana Hickmann está enfrentando uma polêmica envolvendo o seu marido, Alexandre Correa, e a visita ao filho do casal, de 9 anos.

De acordo com informações divulgadas recentemente pelo site Notícias da TV, Ana estaria descumprindo uma decisão judicial que determina o direito de Correa visitar o filho.

A briga entre Ana e Correa ocorreu no dia 11 de novembro e, desde então, ele não tem contato pessoal com o filho. No entanto, Ana havia concordado em permitir um encontro entre o marido e o filho na última quinta-feira (7), mas voltou atrás em sua decisão.

O encontro estava marcado para acontecer na casa dos pais de Correa, em São Paulo. No entanto, com a mudança de planos de Ana, a visita foi bloqueada. Essa atitude pode acarretar em duas infrações legais: alienação parental e desobediência à ordem judicial.

No despacho assinado pela juíza Andrea Ribeiro Borges, da 1ª Vara Criminal e de Violência Doméstica e Familiar de Itu, fica claro que a medida protetiva concedida a Ana não impede que Correa visite o filho. A magistrada ressalta que as visitas devem ocorrer sem contato direto entre o casal, por meio de terceiros.

Áudios e prints de conversas revelam que Ana havia dado esperanças a Correa de que o encontro seria realizado na quinta-feira. No entanto, na noite de quarta-feira (6), uma empregada de Ana telefonou para o pai de Correa informando que o encontro não iria mais ocorrer.

Crise financeira

Além dessa disputa familiar, a crise entre Ana Hickmann e Correa também tem motivações financeiras. Desde o início da pandemia de Covid-19, as empresas da apresentadora têm enfrentado dificuldades financeiras, com várias lojas fechando.

Em 2021, Ana acumulou dívidas, deixando de pagar IPTU, condomínio de imóveis e impostos federais. O Banco Safra informou à Justiça que existem 46 ações de cobrança contra a apresentadora, totalizando R$ 14,6 milhões. Até mesmo a mansão em que Ana vive em Itu está bloqueada para pagamento de dívidas.

A maior parte dessa dívida (cerca de R$ 8,5 milhões) é proveniente de empréstimos bancários realizados entre setembro de 2022 e maio deste ano. Em uma entrevista ao programa Domingo Espetacular, da Record, Ana afirmou que está sendo investigada por fraude, desvio e falsidade ideológica em suas empresas. Ela suspeita que seu marido possa ter falsificado assinaturas em contratos, algo que ele nega veementemente.

Receba as notícias do Aqui de graça no seu celular. Inscreva-se.