Entretenimento

Certidão de óbito de Gal Costa é revelada após denúncias contra viúva

Publicado

em

Reprodução

Depois de uma série de denúncias e relatos contra a viúva da contara de MPB Gal Costa serem trazidas pela revista Piauí, na última edição, finalmente a certidão de óbito da artista se tornou de conhecimento público.

De acordo com o documento, exibido com exclusividade pela Record neste último domingo, Gal Costa morreu de um infarto agudo do miocárdio [um ataque cardíaco] e neoplasia maligna de cabeça e pescoço.

Dois meses antes de falecer a cantora retirou um nódulo do nariz em uma cirurgia.

A morte de Gal se tornou uma polêmica nas últimas semanas, quando a Piauí expôs uma série de problemas na gestão da carreira dela, gerenciada pela viúva Wilma Petrillo, incluindo supostos desvios financeiros e atritos entre a viúva e produtores, contratantes e até com amigos famosos dela.

Wilma se negou a comentar tanto a reportagem da Piauí quanto na matéria exibida neste domingo pela Record. Os relatos, porém, são chocantes.

Dentre outras coisas, ela é acusada até de pedir dinheiro emprestado alegando problemas de saúde e depois se recusando a pagar. Em um dos casos, a polícia precisou ser chamada quando Wilma teria ameaçado revelar que um amigo era gay para não ter de lhe pagar o empréstimo.

“[Wilma] ‘Se você continuar me cobrando, eu vou fazer uma coisa muito bonitinha: conto pro teu pai que você é viado’. Quando ela falou isso, eu tremi”, disse a suposta vítima.

Receba as notícias do Aqui de graça no seu celular. Inscreva-se.