Entretenimento

Record demite Mylena Ciribelli após 14 anos por salário muito alto

Publicado

em

Reprodução - Record

Nesta quarta-feira (6), a Record surpreendeu ao demitir a renomada apresentadora Mylena Ciribelli, uma das figuras-chave no setor esportivo da empresa.

A notícia foi comunicada à profissional logo após sua participação no programa Fala Brasil, onde comandava um quadro dedicado ao esporte. A decisão de desligar Mylena foi confirmada pela própria emissora.

Essa não é a primeira vez que a Record enfrenta uma onda de demissões em massa. Em setembro deste ano, houve mais um episódio de cortes na empresa, que resultou na dispensa de diversos profissionais, e incluiria Mylena. No entanto, ela foi poupada na ocasião.

O alto salário de Mylena era considerado fora dos padrões atuais, especialmente levando em conta o reduzido calendário esportivo da Record para 2024. Essa conjunção de fatores levou a emissora a desmantelar praticamente todo o seu departamento de Esportes.

Logo após encerrar sua participação no noticiário matinal desta manhã, por volta das 11h, Mylena foi convocada para uma reunião com Marcelo Trindade, diretor de planejamento da Record.

Após o encontro, a jornalista foi conduzida ao setor de Recursos Humanos na companhia de duas pessoas e deixou as instalações da emissora sem se despedir dos colegas da Redação.

Carreira de Mylena Ciribelli

A trajetória profissional de Mylena Ciribelli teve início na Rede Manchete, em 1985, quando foi contratada para apresentar o programa Som Maior e outros projetos especiais.

Três anos depois, ela se transferiu para o setor esportivo da emissora, onde apresentou boletins sobre a Olimpíada de Seul e a Fórmula 1, além de comandar o programa Manchete Esportiva.

Em 1988, Mylena foi contratada pela Globo, onde começou no programa Esporte Espetacular e depois assumiu a apresentação do Globo Esporte Rio de Janeiro. Durante sua passagem pela emissora, ela também foi responsável pelo Placar Econômico, além de ter participado de blocos esportivos no Fantástico, Jornal Hoje e Bom Dia Brasil.

No ano de 2009, a Record contratou Mylena Ciribelli para integrar a equipe do programa Esporte Fantástico. No entanto, durante a pandemia de Covid-19, ela foi realocada para um quadro do programa Balanço Geral. No ano passado, a jornalista comandou o Esporte Record, que saiu do ar logo após o término dos campeonatos estaduais. Antes de ser demitida, Mylena fazia parte do quadro esportivo do Fala Brasil.

Receba as notícias do Aqui de graça no seu celular. Inscreva-se.