Esportes

Atlético-MG sofre derrota na Libertadores e Milito fala sobre aprendizado

mm

Publicado

em

Técnico argentino sofreu sua primeira derrota pelo clube mineiro
Pedro Souza / Atlético

O Atlético-MG enfrentou uma derrota por 2×0 contra o Peñarol na última terça-feira (13), em jogo válido pela quinta rodada da Libertadores. O time brasileiro teve seu pior desempenho sob o comando de Diego Milito, encerrando uma sequência invicta de 12 partidas sob a liderança do argentino. Apesar disso, o Galo já está garantido na próxima fase da competição continental.

Um dos principais problemas apontados foi a falta de atenção dos jogadores, o que talvez tenha sido a grande razão para o desempenho apagado em campo. A equipe parecia entrar na partida sem foco, o que foi determinante para o resultado. Os gols dos uruguaios foram praticamente iguais e ocorreram em um curto intervalo de seis minutos, acendendo o alerta no Galo. Léo Fernadez se destacou, acertando uma falta na trave e outra defendida por Everson, resultando nos gols do Peñarol. Nos rebotes, a defesa do Atlético não conseguiu conter as investidas do adversário, permitindo os tentos.

No setor ofensivo, o Atlético mal conseguiu criar chances contra a sólida defesa do Peñarol, que jogou recuado para fechar espaços em seu campo. Em entrevista coletiva, o técnico Milito observou que essa partida serve como aprendizado para enfrentar equipes que adotam essa estratégia defensiva e que será comum encontrar times reativos durante a temporada.

Agora, o Atlético volta suas atenções para o Brasileirão, onde enfrentará o Bahia no próximo domingo. O time alvinegro vem de um empate na competição e está na 7ª posição, com um jogo atrasado que ainda não possui data definida para ser disputado.

Publicidade
Publicidade
Receba as notícias do Aqui de graça no seu celular. Inscreva-se.