Esportes

CEO do Atlético revela se parceria com Peter Grive no projeto SAF avançou

mm

Publicado

em

Peter Grive pode ficar de fora da SAF do Atlético, segundo CEO do clube
Foto: Divulgação

O empresário estadunidense Peter Grive tem poucas chances de se tornar sócio majoritário da SAF do Atlético. Embora fosse apontado como um dos possíveis grandes investidores do projeto, o diretor executivo do clube, Bruno Muzzi, revelou que empresários atleticanos devem ficar com a maior parte das ações.

Após uma reunião do Conselho Deliberativo, na última sexta-feira (30), uma nova empresa será fundada por dois grandes fundos investidores para ficar com 75% da SAF. Chamada de Galo Holding, a ideia seria manter a essência do Atlético, mesmo com a transformação para uma espécie de clube-empresa.

“O Peter é uma pessoa muito especial na minha visão. É um cara muito sério, com uma visão de futebol muito bacana. Desenvolvemos uma boa relação. O processo de captação nos Estados Unidos não está tão simples. É um processo complexo. Ele tem desejo de fazer parte da SAF, se no momento do fechamento ele tiver algum recurso que queira trazer será bem vindo. No entanto, com papel minoritário, como qualquer outro investidor”, comentou Bruno Muzzi, no último sábado (01), em entrevista ao programa Rádio Esportes.

Além dos 75% que ficaria sob gestão da nova empresa, o próprio Atlético (associação) ficaria com o restante, ou seja, 25% das ações. Ainda assim, há a possibilidade de Peter Grive ser sócio minoritário caso ele tenha interesse.

“O que mudou é que a essência da transação da SAF é uma essência atleticana, será controlado por atleticanos. Podemos ter investidores minoritários. Isso é que de fato foi a reviravolta, vimos com bons olhos e a gente está otimista. É um exemplo a ser seguido. Com tudo isso precisamos de uma governança bem definida, rígida, com critérios específicos para que o Atlético seja de fato sustentável nos próximos anos. Se a gente cometer abusos ou erros daqui dois anos chegamos a mesma condição de endividamento que chegamos”, completou Muzzi.

Publicidade
Publicidade
Receba as notícias do Aqui de graça no seu celular. Inscreva-se.