Esportes

Cruzeiro perde mando no Mineirão para show durante a Sul-Americana

Publicado

em

foto: Staff Images/Cruzeiro

O ano de 2023 foi marcado por uma relação meio conturbada entre o Cruzeiro e o Mineirão, o time havia deixado até de marcar suas partidas no estádio durante a primeira rodada da Série A do Brasileirão. Um novo acordo chegou a ser estabelecido para que o time pudesse usufruir do gigante da Pampulha até 2024.

O time celeste tem usado o grande Mineirão como casa nesta temporada, porém foi avisado e tem data para perder o estádio mais uma vez.

Cruzeiro é avisado e se prepara para perder o Mineirão

O duelo marcado para o dia 16 de maio pela 5ª rodada da fase de grupos da Sul-Americana, não poderá ser disputado no Mineirão por conta de um show de grande porte do italiano, Andrea Bocelli. O tenor fará apenas uma apresentação na capital mineira. 

Isso porque o regulamento da Sul-Americana determina que o estádio deverá ficar disponível para a organização da Conmebol por cinco dias (três antes da partida e um dia após o jogo). Como o show é no dia 17 de maio, não haverá disponibilidade para o jogo. 

Com isso o Independência é o favorito para receber o duelo da Sul-Americana, mas dependerá se o América-MG, administrador do estádio, não terá nenhum jogo pela Série B do Brasileirão no local.

No dia 30 de março, acontecerá o primeiro jogo da final do Campeonato Mineiro na Arena MRV, mas o jogo de volta já está garantido para acontecer no Mineirão, no dia 7 de abril. 

Receba as notícias do Aqui de graça no seu celular. Inscreva-se.