Esportes

Felipe Massa processa F1 por prêmio manipulado e pede R$ 400 milhões

Publicado

em

Gazeta Press

Nesta segunda-feira (11), Felipe Massa entrou em um novo capítulo da sua briga para ser reconhecido campeão do Mundial de Pilotos da Fórmula 1 de 2008. O ex-piloto de Fórmula 1 moveu um processo contra a Formula One Management (FOM), a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) e Bernie Ecclestone, ex-chefão da categoria. 

“Sempre disse que iria brigar até o final. Como a FIA e a FOM decidiram não fazer nada, buscaremos a correção desta injustiça histórica nos tribunais. O assunto agora está com os advogados e eles estão plenamente autorizados a fazer o que for necessário para que a justiça no esporte seja feita”, informou Felipe, através da sua assessoria de imprensa. 

A ação corre na divisão de King’s Bench da Corte Superior de Londres, na Inglaterra e foi confirmada pelo Staff do piloto, que também descreve uma indenização de pelo menos R$407,6 milhões, mas estima-se que o valor final seja superior. 

Uma declaração feita em março de 2023 pelo Bernie Ecclestone (ex-chefão da categoria)  ao site alemão, F1 Insider, mostra que o regulamento da competição foi mal aplicado, segundo a equipe jurídica do atual piloto da Stock Car. Na entrevista ao site, o ex-dirigente disse considerar Felipe Massa como o campeão de 2008. 

Vale lembrar que em 2008 o piloto Nelsinho Piquet, filho do Nelsinho Piquet, bateu de forma premeditada para ajudar o espanhol Fernando Alonso, seu companheiro na Renault, a vencer e em razão da batida Felipe teria sido prejudicado pelo compatriota no GP de Cingapura. Além do reconhecimento como vencedor do título, o ex-ferrarista também deseja ser indenizado.

Caso tivesse vencido o GP de Cingapura, Massa receberia da Ferrari pelo título, um bônus na casa de 2 milhões de euros (R$10,87 milhões), conforme citado no processo. Estima-se também os valores que seriam recebidos dos patrocínios e oportunidades comerciais, que seriam atrelados ao status de Campeão Mundial e a diferença salarial o que o título de campeão traria para sua carreira na F-1 e o prêmio que receberia pela conquista do mundial. O processo trabalhará em cima destes três pontos centrais para a indenização.

A análise financeira, da equipe de Massa foi feita por um especialista em casos como este e estima-se que o valor das perdas seja de pelo menos 64 milhões de libras (R$407,6 milhões), sem correção ou juros, porém a análise final poderá superar esse valor. A ação de Massa e sua equipe começou com cartas de aviso legal destinadas aos envolvidos, procedimento este, que é obrigatório na Inglaterra, onde a ação foi protocolada.

O sonho do Título no GP de Cingapura

Há 15 anos, durante a corrida em Marina Bay, Nelsinho Piquet colidiu de maneira intencional para favorecer o piloto espanhol Fernando Alonso, seu colega de equipe na Renault, que se consagrou o campeão. 

Sob safety car, a Ferrari chamou Massa aos boxes mas infelizmente o liberou com a mangueira de abastecimento ainda acoplada ao carro, o que gerou uma punição por liberação perigosa para o Felipe que quase colidiu com Adrian Sutil no pit lane. Massa retornou para a corrida em último lugar enquanto Alonso, que não havia parado para abastecer, saiu de quinto para o primeiro lugar. Felipe não conseguiu pontuar e permaneceu na 13º posição.

Receba as notícias do Aqui de graça no seu celular. Inscreva-se.