Esportes

Leila Pereira sobre Robinho e Daniel Alves: “Tapa na cara, pagou pela liberdade”

Publicado

em

Montagem do Aqui - Fotos de reprodução do Instagram

A presidente do Palmeiras, Leila Pereira, decidiu quebrar o silêncio e falou sobre os casos de estupro de dois jogadores brasileiros, ambos cometidos no exterior: Robinho, condenado na Itália e Daniel Alves, na Espanha.

Em entrevista ao site Uol, ela disse que apesar de ninguém da CBF se posicionar, ela não iria guardar segredo sobre o que pensa do caso e disse que ambos são “um tapa na cara”:

“Ninguém fala nada, mas eu, como mulher aqui na chefia da delegação da Seleção Brasileira, tenho que me posicionar sobre os casos de Robinho e Daniel Alves”, iniciou.

Leila Pereira seguiu criticando ambos os casos:

“Isso é um tapa na cara de todas nós mulheres, especialmente o caso do Daniel Alves, que pagou pela liberdade. Acho importante eu me posicionar. Cada caso de impunidade é a semente do crime seguinte”

O STJ decidiu por um placar de 9 a 2 nesta quarta-feira, 20, que Robinho deverá cumprir sua pena de estupro estipulada pela Suprema Corte na Itália aqui no Brasil, uma vez que não pode ser extraditado para cumprir lá.

Já Daniel Alves recebeu uma decisão favorável da Justiça da Espanha e poderá esperar um recurso em liberdade, desde que pague uma fiança de R$ 5,5 milhões.

Receba as notícias do Aqui de graça no seu celular. Inscreva-se.