Esportes

Marta se emociona em sua última Copa: “Garotas querem ser como eu”

Publicado

em

Reprodução - CBF

A jogadora de futebol Marta, melhor do mundo por mais vezes que qualquer outra jogadora ou jogador, se emocionou durante uma coletiva de imprensa que a Seleção realizou na madrugada desta terça-feira, 1, na véspera do jogo decisivo contra a Jamaica.

Ela se emocionou e lembrou que quando era pequena, ninguém falava sobre futebol feminino e ela nem sequer tinha um ídolo:

“Eu não costumo a pensar na Marta. Sabe o que é legal? Eu não tinha uma ídola no futebol feminino. A imprensa não mostrava o futebol feminino. Como eu ia entender que eu poderia ser uma jogadora, chegar à seleção, sem ter uma referência?”.

Marta disse ainda que hoje a situação é bem diferente e que chega a ser parada na rua com mães contando que suas filhas tem nela uma inspiração para seguirem no futebol:

“Hoje a gente sai na rua e os pais falam: “Minha filha quer ser igual a você”. Hoje temos nossas próprias referências. Não teria acontecido isso sem superar os obstáculos. É uma persistência contínua. A gente pede muito que a nossa geração continue assim.”

Publicidade
Publicidade
Receba as notícias do Aqui de graça no seu celular. Inscreva-se.