Esportes

Neymar não paga documentação e helicóptero não pode voar

Publicado

em

Reprodução do Instagram

Neymar, estrela do Al-Hilal, não poderá usar o seu helicóptero de luxo avaliado em R$50 milhões. A aeronave está com o Certificado de Verificação de Aeronavegabilidade (CVA) vencido. A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) exige que a cada três anos o documento seja apresentado, em substituição à Inspeção Anual de Manutenção (IAM) e ao Relatório de Condição de Aeronavegabilidade (RCA).

O luxuoso helicóptero é um Airbus BK 117 D-2, com 3,7 toneladas, dois motores e tuboeixo, autonomia para voos noturnos e capacidade para 10 pessoas, incluindo o piloto.

A aeronave foi customizada em Paris, com bancos de couro, símbolo do Batman, além de outros acessórios. 

O atleta tem uma fortuna avaliada em US$1 bilhão (R$5 bilhões) e comprou a aeronave pela empresa “Neymar Sport e Marketing LTDA”, em maio de 2019.

Neymar já teve outras duas aeronaves. Um helicóptero de 2012, com capacidade para sete pessoas, e um avião Cessna C, de 2008, com capacidade para 12 pessoas, incluindo piloto e copiloto.

Receba as notícias do Aqui de graça no seu celular. Inscreva-se.