Esportes

Presidente do Flamengo é sincero até demais sobre Sampaoli

Publicado

em

Foto: Pedro Souza/Atlético
Foto: Pedro Souza/Atlético

O Flamengo, invicto na temporada e há 12 partidas sem sofrer um gol, vem apresentando uma evolução dentro e fora de campo, após a chegada de Tite. Em uma entrevista recente, o presidente do time carioca, Rodolfo Landim, falou sobre a saída do ex-técnico Jorge Sampaoli e sobre “passar as chaves” para o time.

Um período que o Flamengo gostaria de esquecer. Sem títulos e com várias polêmicas nos bastidores, segundo o presidente, o momento decisivo para que Jorge Sampaoli saísse do comando do time Rubro-Negro, aconteceu logo após o jogo contra o Atlético-MG, quando Pablo Fernández, preparador físico do time, agrediu o atacante Pedro. 

Landim iniciou falando sobre o clima. “Com relação ao ambiente, eu acho que a gente, principalmente no final do período do Sampaoli, todo mundo sabe o que aconteceu, é público. A gente vinha muito bem, vinha, inclusive, saindo de uma vitória contra o Atlético Mineiro, em Minas Gerais. E aí teve um momento que foi, eu acho, fundamental e que criou, diga-se de passagem, após aquele jogo do Atlético. A gente vinha com um desempenho técnico muito bom do grupo, e aí, houve meio que um momento muito ruim”.

“As coisas tentaram se acertar, eu acho que houve um esforço da comissão técnica de voltar, ter uma boa relação. Mas foi como se fosse um cristal partido, rachado. Não deu pra colar aquilo ali, infelizmente o ambiente ficou pesado e ficou ruim e eu tenho certeza. A gente não tem dúvida nenhuma de que isso acabou impactando no resultado esportivo “, continuou. 

Rodolfo Landim, além de falar sobre a polêmica envolvendo a comissão técnica de Jorge Sampaoli, falou também sobre a chegada de Tite. Landim concluiu dizendo que a chegada do novo técnico no final da temporada passada foi extremamente importante para que o time começasse bem o ano.

“A chegada do Tite foi ótima, não só pelo ambiente que ele criou, mas também por ele ter chegado no final do ano e ter permitido fazer uma avaliação do elenco. Com isso, nos ajudou a preparar esse ano, o planejamento desse ano, que tem até agora pelo menos se demonstrado bem feito e a gente está feliz com os resultados que está tendo”.

O ex-técnico Jorge Sampaoli, comandou o time carioca por 29 partidas, chegando ao Flamengo em abril de 2023 sendo demitido no final de setembro. O técnico argentino venceu 20 partidas, empatou 11 e perdeu 8, além de ter sido eliminado nas oitavas de final da Copa Libertadores e tendo ficado em segundo lugar na Copa do Brasil.

Receba as notícias do Aqui de graça no seu celular. Inscreva-se.