Esportes

Robinho completa um mês na cadeia e já jogou partida de futebol com detentos

mm

Publicado

em

Reprodução / TV Record

O ex-jogador de futebol Robson de Souza, o Robinho, condenado por estupro e preso no Brasil por determinação do Supremo Tribunal de Justiça (STJ) completou um mês na Penitenciária 2 de Tremembé, no interior paulista. Robinho divide uma cela de 8 m² com outro detento.

Ao chegar na chamada “Cadeia dos Famosos”, Robinho precisou ficar 10 dias em isolamento, período de adaptação a que todos os presos são submetidos. De acordo com a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP), após o isolamento, o ex-jogador foi encaminhado para uma cela comum, de 8 m² onde divide o espaço com outro detento. 

Robinho já foi autorizado a praticar atividades físicas e chegou a jogar uma partida de futebol após receber uma chuteira dos outros detentos. O ex-jogador da seleção brasileira se inscreveu para realizar trabalhos na unidade, mas terá que aguardar em uma fila de espera para a contratação por habilidade do preso. 

Condenado a 9 anos

No dia 21 de março deste ano, os ministros do STJ validaram, por 9 votos a 2, a sentença da Itália que o condenou por 9 anos de prisão. Robinho foi condenado pelo crime de estupro coletivo contra uma jovem albanesa em 2013. O crime ocorreu em uma boate de Milão.

Há um mês o ex-atleta do Santos e Atlético-MG foi preso pela Polícia Federal no bairro da Aparecida, na Baixada Santista e encaminhado para a sede da Justiça Federal na cidade, onde passou por uma audiência de custódia e foi encaminhado para Tremembé. Robinho sempre negou ter cometido qualquer crime e entrou com com vários Habeas Corpus no STJ e no STF pedindo soltura. 

O complexo de Tremembé tem a fama de “Cadeia dos Famosos” por receber presos de repercussão nacional, como Alexandre Nardoni, Cristian Cravinhos, Gil Rugai e Lindemberg Alves. Edinho, filho de Pelé, que foi goleiro do Santos.

Publicidade
Publicidade
Receba as notícias do Aqui de graça no seu celular. Inscreva-se.