Esportes

SAF do Atlético será vendida mais barato que a do Vasco, tirando estádio e CT

Publicado

em

Reprodução - Internet

O Atlético falou tanto sobre sua SAF e sobre o grande valor que ela representa para o futebol brasileiro que as expectativas eram grandes. O problema é que o ditado “a montanha pariu um rato” se tornou real na negociação.

De acordo com informações da Rádio Itatiaia, cujo dono é também um dos conselheiros do Atlético e um dos empresários que terá fatia na SAF, o valor total do investimento será de R$ 1,8 bilhão.

O valor é anunciado como o maior do futebol brasileiro e maior do que todas as outras SAFs feitas no país até o momento.

O problema é que no caso do Galo entrará no negócio seus maiores patrimônios, como a Arena MRV e o Centro de Treinamento, considerado um orgulho para o time por ser o melhor do país.

Segundo um levantamento da XP, os do Cruzeiro valem pelo menos R$ 108 milhões, o que nos leva a crer que o do Atlético pode chegar a pelo menos R$ 150 milhões. Considerando que a Arena MRV vale cerca de R$ 1 bilhão, o valor real da SAF do Atlético cai bastante.

Destrinchando os valores

Do R$ 1,8 bilhão, o investidor americano Peter Grieve pagará R$ 1,4 bilhão e os 4R’s entrarão com R$ 400 milhões, sendo R$ 300 de dívidas já contraídas e mais R$ 100 milhões em um novo aporte.

Se tirarmos R$ 1 bi do valor da Arena MRV e mais cerca de R$ 150 milhões do CT, é como se a SAF do Atlético estivesse sendo negociada por R$ 650 milhões.

O valor é menor do que a SAF do Vasco, comprada no final do ano passado pelos americanos da 777 Partners por R$ 700 milhões com 70% do negócio. São Januário, o estádio do Vasco, continuou com a associação, mas a SAF se comprometeu a fazer toda manutenção necessária e ainda paga R$ 1 milhão por ano para usar o estádio.

Percentuais de aquisição

Os percentuais não foram detalhados nas informações da Itatiaia, mas o mesmo veículo já tinha comentado que o negócio deveria ficar em algo como 51% para o investidor estrangeiro e cerca de 20% para os 4R’s.

Se respeitada essa proporção, a SAF do Atlético, sempre relembrando que estamos retirando os patrimônios da soma, é mais barata que a do Vasco.

Como os 4R’s devem fazer um aporte adicional de R$ 100 milhões, o que não estava previsto, o percentual da SAF pode chegar a 80%. Neste caso a SAF fica ainda mais barata em comparação com o Vasco.

Publicidade
Publicidade
Receba as notícias do Aqui de graça no seu celular. Inscreva-se.