Esportes

Viúva de Pelé diz que o responsável por testamento quer “enriquecer”

Publicado

em

Reprodução - Instagram

A viúva do lendário jogador de futebol Pelé, Márcia Aoki, veio a público afirmar que José Fornos, também conhecido como Pepito e responsável pelo testamento do ex-jogador, está tentando obter uma remuneração máxima prevista por lei.

Segundo Márcia, essa atitude demonstra um desejo de enriquecimento injustificado às custas da herança deixada por Pelé.

O processo do testamento está tramitando na Justiça de São Paulo desde o ano passado, pouco tempo após o falecimento do ex-jogador aos 82 anos.

Em junho deste ano, a viúva questionou um pedido feito por Pepito para receber uma remuneração equivalente a 5% do valor da herança, que é o teto estabelecido por lei. Normalmente, essa taxa varia entre 1% e 5% da herança líquida.

Márcia Aoki alega que o ex-assessor de Pelé não cumpriu nenhuma das suas obrigações como testamenteiro no processo e agiu de forma audaciosa ao solicitar a remuneração máxima, o que ela considera absurdo e irrazoável. Além disso, pelo menos três filhos de Pelé – Joshua, Celeste e Gemima – endossaram as críticas feitas por Márcia a Pepito no processo.

Segundo a empresária, o testamenteiro nomeado não se dedicou ao cumprimento das obrigações relacionadas ao testamento, fazendo com que os familiares precisassem recorrer à Justiça para dar início ao processo.

Ela destacou ainda que a Justiça paulista já abriu exceções e definiu um pagamento menor que 1% em casos excepcionais.

Ao ser questionada pelo colunista Guilherme Amado sobre as providências e etapas obrigatórias que o testamenteiro nomeado deveria ter conduzido após a abertura da sucessão, Márcia Aoki afirmou categoricamente: “NENHUMA!”.

Ela acrescentou que a única ação de Pepito foi pedir a remuneração máxima através de um parágrafo curto em sua manifestação de apenas uma página e meia. Para ela, ele não cumpriu sequer uma obrigação mínima.

A defesa de Pepito informou que o valor da remuneração ainda não foi analisado pela Justiça e ressaltou que ele se recusou a assinar um documento enviado por Márcia no qual abriria mão de qualquer coisa.

O advogado Victor Hadid afirmou que a discussão sobre o valor da remuneração está longe de começar, pois Márcia Aoki não teria atualmente nada a impugnar. Segundo ele, quem nomeou o inventariante foi o próprio Pelé.

Receba as notícias do Aqui de graça no seu celular. Inscreva-se.