Conecte-se conosco

Notícias

Homem é preso após esfaquear ex no meio da rua em BH

Homem não aceitava o fim do relacionamento e atacou a ex, na frente dos filhos dela, enquanto a mulher saía do apartamento em que mora, no Gutierrez em BH

Publicado

em

A advogada de 40 anos está internada, em estado grave, no Hospital Pronto-Socorro João XXIII em Belo Horizonte | Foto: Reprodução Google Street View

Está internada em estado grave, no Hospital Pronto-Socorro João XXIII, uma advogada de 40 anos que foi esfaqueada pelo ex-companheiro na manhã desta segunda-feira (23), no bairro Gutierrez, região Oeste de Belo Horizonte. O autor das facadas, o engenheiro Bruno da Costa Val Fonseca de 33 anos, foi preso no fim da manhã pela Polícia Militar na casa de uma tia, na região Leste da capital.

De acordo com informações iniciais da Polícia Militar, a vítima foi atacada pelo ex-companheiro quando saia do apartamento em que morava com os filhos. O homem, de 33 anos, já tinha invadido o imóvel em que a mulher mora neste domingo. Segundo um boletim de ocorrência registrado pela advogada, o ex-companheiro arrombou a porta do apartamento dizendo que iria matá-la. Com medo, a mulher correu e se escondeu no banheiro com os dois filhos, de 7 e 10 anos, e ligou para a PM.  Antes de fugir, o homem quebrou duas tvs e um computador.

Ataque

Com medo, a advogada decidiu sair do apartamento junto com os filhos e a empregada na manhã desta segunda. Ao entrar em um carro de aplicativo, a vítima foi atacada a facadas por Bruno, que chegou a arrastar a vítima pela calçada para tentar mata-la.

O crime aconteceu na frente dos filhos da advogada. As crianças, de 7 e 10 anos, estão sob os cuidados do ex-marido da vítima e estão em estado de choque. A vítima foi socorrida por populares para o João XXIII.

Relacionamento conturbado

De acordo com uma pessoa próxima a advogada, o relacionamento entre ela e o ex-companheiro terminou em novembro, após o homem agredi-la. Os dois mantiveram um relacionamento de mais de dois anos e chegaram a viver juntos. Segundo pessoas próximas a advogada, o comportamento do homem era agressivo e possessivo e “ele era ciumento e sem controle”.

Os dois trabalham em uma empresa de engenharia e conservação predial em Belo Horizonte e, o ex-companheiro, teria enviado fotos dela nua para os colegas de trabalho.

Continue lendo
Clique para comentar
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments