Notícias

Membro do PCC é alvo de operação da Polícia Federal em Uberaba

O suspeito utilizou documentos falsos para conseguir o registro de CAC e fazer a compra de armas de alto calibre.

Publicado

em

As sete armas estavam na casa do suspeito - FOTO: Polícia Federal/Divulgação

Um homem, de 36 anos, foi alvo de três mandados de busca e apreensão durante a Operação Ludíbrio da Polícia Federal, em Uberaba, na região do Triângulo Mineiro, nesta quinta-feira (14).

De acordo com as investigações, o suspeito, que é membro do Primeiro Comando da Capital (PCC), obteve o Certificado de Registro como Caçador e Atirador Esportivo (CAC), o que facilitou a aquisição de sete armas de fogo destinadas a caçadores. Ele conseguiu o registro de CAC utilizando documentos falsos.

Durante a operação, foram apreendidas as sete armas que estavam em posse do criminoso: Duas carabinas calibre .22, um fuzil calibre .556, duas pistolas, uma espingarda e um revólver calibre .357.

Um veículo da marca Jaguar, que estava registrado em nome de um laranja, também foi apreendido. 

O carro estava registrado no nome de um laranja, que não tinha condições financeiras de mantê-lo – FOTO: Polícia Federal/Divulgação

Nesta fase da operação, os mandados expedidos eram apenas de busca e apreensão e o suspeito acabou não sendo preso. As investigações continuam e ele poderá ser indiciado pelos crimes de falsidade ideológica e uso de documento falso. As penas podem variar entre 2 a 8 anos de reclusão.

Receba as notícias do Aqui de graça no seu celular. Inscreva-se.