Notícias

Operação conjunta prende suspeitos de sequestrar bancária no Sul de Minas

Publicado

em

Criminosos sequestraram funcionária do Banco do Brasil em Carmo do Rio Claro, no Sul de Minas Gerais | Foto: Reprodução Google Street View

Em operação realizada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), a polícia prendeu três pessoas na manhã desta sexta (1).

Um dos presos durante a operação era foragido da Justiça. Os outros dois foram flagrados em ação no tráfico de drogas.

Com o apoio da Polícia Militar, sete mandados de prisão preventiva, busca e apreensão foram cumpridos em Guaxupé, Guaranésia e Jacuí, no Sul de Minas Gerais.

De acordo com o MPMG, a operação teve como objetivo prender os suspeitos do sequestro de uma servidora da agência do Banco do Brasil, na cidade de Carmo do Rio Claro. As investigações mostram que pelo menos sete pessoas participaram da ação criminosa.

Durante o crime, que aconteceu em janeiro deste ano, os criminosos mantiveram a bancária e a família dela reféns. O MPMG informou também que os suspeitos cobraram um valor para que a família fosse liberada.

Os três suspeitos presos devem prestar declarações à PCMG na delegacia de polícia e, posteriormente, serão encaminhados ao Sistema Prisional. Documentos apreendidos durante a operação serão agora analisados pelo Ministério Público.

Receba as notícias do Aqui de graça no seu celular. Inscreva-se.