Notícias

PCMG detalha operação que prendeu 14 pessoas em Minas Gerais

Operação mirou uma organização criminosa especializada em falsificar documentos.

Publicado

em

Foto: Reprodução

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) realizou, nesta sexta-feira (22), uma operação para desarticular um esquema milionário de estelionato e falsificação de documentos. As ações foram feitas em Belo Horizonte, Contagem, Vespasiano, Mateus Leme, São José da Lapa, Juiz de Fora e Ituiutaba. Também nos estados de Mato Grosso do Sul e São Paulo.

Segundo a corporação, as investigações começaram há dois anos, após a prisão de um homem em São Paulo, suspeito de falsificação. O grupo forjava documentos, como carteiras de identidade e de habilitação, que foram utilizadas em crimes de estelionato e para a compra de armas de fogo. 

Ao todo, foram cumpridos 34 mandados de busca e apreensão e 14 de prisão preventiva. A PCMG também requisitou à Justiça o bloqueio de R$ 8,5 milhões dos suspeitos, valor que o grupo teria movimentado.

As investigações prosseguem para localizar outros 11 suspeitos.

Receba as notícias do Aqui de graça no seu celular. Inscreva-se.