Conecte-se conosco

Notícias

Polícia procura bando de nove criminosos que roubou joalheria no BH Shopping

Relógios que valem até R$ 300 mil cada foram roubados de joalheria no BH Shopping

Publicado

em

Funcionária de joalheria e joga ao chão ao ser rendida por criminoso armado durante assalto a joalheria no BH Shopping neste sábado (7) | Foto: Reprodução Vídeo Redes Sociais

Nove pessoas participaram do assalto à joalheria Manoel Bernardes, no BH Shopping, na região Centro-Sul de Belo Horizonte na tarde deste sábado (7). Quatro criminosos armados invadiram o local, usaram um martelo para quebrar a vitrine da loja e roubaram um total de 13 relógios da marca Rolex – com valores entre R$ 40 e R$ 300 mil cada.

As imagens das câmeras de segurança da joalheria mostram o exato momento em que uma funcionária da joalheria se joga ao chão com os braços levantados se rendendo ao um dos criminosos, que armado e com uma mochila nas costas, se dirige a ela.

Funcionária da joalheria se rende a um dos criminosos que participou de roubo de relógios rolex dentro do bh shopping, na tarde deste sábado (7) | vídeo: reprodução redes sociais

Refém e tiros

Depois de saírem da joalheria, os quatro criminosos se dirigiram ao lado de fora do estacionamento do piso 4 do BH Shopping. De acordo com a Polícia Militar, outros três comparsas esperavam o grupo. Nesse momento, um segurança do shopping, de 41 anos, foi rendido e feito refém, por um dos criminosos.

Ao mesmo tempo, outro integrante do grupo criminoso chegou efetuar dois disparos contra um segundo segurança do centro de compras para evitar a perseguição. Os disparos não atingiram o funcionário do Shopping.

militares do batalhão de operações especiais (bope) da pm vasculham corredores e lojas do bh shopping na tentativa de capturar criminosos que roubaram joalheria neste sábado (7) | vídeo: reprodução redes sociais

Militares do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da PM chegaram a fechar todas as entradas e saídas do BH Shopping na tentativa de capturar os criminosos. O helicóptero Pégasus também foi usado no cerco, que deixou o trânsito nas imediações do bairro Belvedere caótico e chamou a atenção de moradores.

ROTATÓRIA NO ENTROCAMENTO ENTRE A MG-10 E A AVENIDA LUIZ PAULO FRANCO SERVIU DE HELIPONTO IMPROVISADO PARA POUSO DA AERONAVE DA POLÍCIA MILITAR USADA EM CERCO A GRUPO CRIMINOSO QUE ROUBOU JOALHERIA | FOTO: PER

Fuga

Investigações das Polícias Militar e Civil indicam que o grupo criminoso fugiu do Shopping em dois carros, um Hyundai HB20S e um Hyundai Creta em direção ao bairro Belvedere. Os dois carros, que tinham sido roubados no estado de São Paulo, foram incendiados.

Em uma das ruas do bairro Belvedere, o segurança foi liberto pelo grupo. A polícia descobriu ainda que outros carros, esperavam pelos criminosos, que antes de seguirem na fuga, incendiaram os dois veículos usados para leva-los do shopping até o Belvedere.

Investigações

Logo depois do crime, agentes da Polícia Civil ligados a Delegacia de Crimes contra o patrimônio realizaram uma perícia na joalheria. Testemunhas que presenciaram o crime também foram ouvidos. Imagens das câmeras de segurança da loja, do Shopping e de prédios nas imediações de onde os carros usados pelo bando criminoso durante a fuga foram deixados vão ser usados para identificar os nove suspeitos.

Caça aos criminosos

Até o início da tarde deste domingo (8), nenhum dos envolvidos no crime, que transformou o BH Shopping em um cenário de guerra, foi preso. “Existe a possiblidade de que este grupo atue em outros estados. Todo o policiamento do interior, em especial os que estão em cidades que fazem limites com outros estados estão em prontidão para tentar capturar esses criminosos”, destacou a major Layla Brunella, porta-voz oficial da Polícia Militar.

Continue lendo
Clique para comentar
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments