Conecte-se conosco

Cidades

Sindicato promove ato em apoio a famílias de vítimas da Chacina de Unaí, em BH

O SINAIT promove o ato na porta da Justiça Federal. O novo julgamento de Antério Mânica começa nesta terça-feira.

Publicado

em

Foto: Arquivo/Paulo Filgueiras/EM

Está marcado para a manhã desta terça-feira (24), um ato do Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho (SINAIT), na porta da Justiça Federal, pedindo a condenação dos mandantes da Chacina de Unaí, que aconteceu em 2004. O julgamento dos irmãos Antério e Norberto, mandantes do crime, acontecerá simultaneamente ao ato. O protesto pacífico terá a presença dos familiares e colegas das vítimas da chacina. 

O crime

O crime aconteceu em 28 de janeiro de 2004, em Unaí. Três fiscais do trabalho e o motorista do carro foram assassinados após caírem em uma emboscada. Os três fiscais estavam trabalhando na região, após denúncias de que várias fazendas estavam oferecendo situações precárias para os trabalhadores.

Julgamento

O julgamento começa também na manhã desta terça-feira (24). O fazendeiro Antério Mânica estará novamente no banco dos réus após o último julgamento ter sido anulado. Em 2015, Antério foi condenado a 100 anos de prisão, mas teve a sentença anulada pelo TRF1 por 2 votos a 1 após os desembargadores acatarem o argumento dos advogados dizendo que as provas apresentadas no processo eram insuficientes para a condenação.

O irmão de Antério, Norberto, confessou ter sido o mandante do crime. Fato que ajudou no cancelamento do primeiro julgamento.

Os pistoleiros contratados pelos empresários foram condenados em 2013. Eles cumpriam pena desde 2004.

Continue lendo
Clique para comentar
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments