Conecte-se conosco

Notícias

Usuário de crack mata próprio pai a facadas no Vale do Rio Doce

Idoso, de 73 anos, foi morto com duas facadas nas costas dadas pelo filho de 48 anos

Publicado

em

Crime aconteceu nesta casa, na rua Durval Pimenta, no bairro Rosário. Irmão gêmeo do assassino também foi esfaqueado e está internado em hospital da cidade | Foto: Reprodução Google Street View

Está preso um homem de 48 anos que matou o próprio pai a facadas em São João Evangelista, no Vale do Rio Doce. O crime aconteceu na madrugada desta quinta-feira após uma discussão entre pai e filho. O irmão gêmeo do autor do assassinato, também foi esfaqueado pelo assassino, mas não corre o risco de morrer.

De acordo com a Polícia, Geraldo Margio de Miranda de 73 anos, foi morto com pelo menos três facadas nas costas. Segundo o boletim de ocorrência, o idoso foi atacado pelo filho após uma discussão durante a madrugada. Em depoimento à polícia, o irmão gêmeo do assassino disse que acordou com os gritos de socorro dados pelo pai e ao levantar para socorrê-lo encontrou o suspeito ajoelhado sobre o corpo do pai que já estava caído de bruços sob uma poça de sangue.

Neste momento, o irmão gêmeo tentou impedir que o assassino continuasse desferindo as facas no pai quando foi esfaqueado no peito. Para tentar salvar a própria vida, o homem jogou uma cadeira na direção do criminoso e fugiu correndo. O assassino ainda tentou alcançar o irmão gêmeo, mas não conseguiu alcança-lo.

Socorro e prisão

Segundo a PM, o irmão gêmeo do assassino foi correndo até o Hospital Municipal da cidade para buscar socorro e ao dar entrada na unidade de saúde relatou o crime à polícia. Os militares foram até o imóvel, que fica localizado na rua Durval Pimenta, no bairro Rosário. Ao chegar no local, os policiais prenderam o assassino que estava sentado na sala e não resistiu a prisão. Em depoimento, o criminoso disse que matou o pai porque ele teria o chamado de homossexual.

A faca usada no crime foi encontrada pelos militares ao lado do sofá em que o assassino estava sentado.

Internação por uso de drogas

De acordo com familiares, o autor das facadas é usuário de crack e tinha voltado para casa do pai há um mês, depois de ter sido internado para o tratamento de reabilitação contra as drogas.  O assassino teria ficado em uma casa de recuperação, em Itamarandiba durante oito meses.

O corpo de Geraldo Margio de Miranda foi levado para o Instituto Médico Legal de Guanhães. Já o autor do assassinato foi preso em flagrante e está detido na delegacia de Gunhães. O irmão gêmeo do assassino está internado no Hospital Municipal de São João Evangelista. O estado de saúde é estável e ele não corre o risco de morrer.

Continue lendo
Clique para comentar
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments