Notícias

Vila Barraginha: ouça os áudios das chamadas dos moradores para o 190

Os áudios estão circulando nas redes sociais. Neles, os denunciantes informam o 190 sobre a confusão na Vila Barraginha.

Publicado

em

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Três moradores fizeram chamadas para a Polícia Militar, via 190, no último sábado (16), denunciando a situação na Vila Barraginha. A ação terminou na morte de Marcos Vinicius Vieira Couto, de 29 anos, que foi baleado por um policial. Ele é suspeito de ser um dos chefes do tráfico da região.

Nas ligações para a central, os moradores descrevem situações de tiroteio e correria. Os áudios, que estão circulando nas redes sociais, mostram como foram as conversas entre os denunciantes e o 190. 

Na primeira ligação, a pessoa conta que durante uma festa junina na vila, uma pessoa conhecida como “Marquinho” é o chefe do tráfico e que entrou no local com uma arma, ameaçando as pessoas. 

“(…) Ele está ameaçando o pessoal aqui (…) Ele tacou a ponta do cano na cabeça do rapaz, perto do cílio e tá uma sangueira. Agora está a turma do deixa disso aqui perto da festa, até parou a festa”.

A segunda pessoa a ligar relata a mesma situação e diz que o suspeito efetuou alguns disparos. Ele também descreve como é o rapaz.

“Ele está muito doido, apontando a arma pra todo mundo e ameaçando (…) Ele começou a dar uns tiros aqui. Ele é moreno, alto, 1,70m. Acho que está com uma bermuda jeans. A blusa eu não vi.”

O terceiro denunciante também relata a confusão e a atendente diz que já havia feito um pedido de viatura para o local.

Escute os áudios:

Vídeo: Redes Sociais

Segundo a família, Marcos estava desarmado e não reagiu. Eles admitem que ele tinha sim envolvimento com o tráfico de drogas, porém, negam que ele tenha resistido à abordagem e muito menos que tenha sido agressivo. 
 
O Ministério Público de Minas Gerais informa que foi instaurado uma investigação preliminar. O órgão fez um pedido para ter acesso ao prontuário de atendimento do homem. O MPMG também informou que um Procedimento Investigativo Criminal será conduzido de forma conjunta com as Promotorias de Justiça de Controle Externo da Atividade Policial e da Vara do Tribunal do Júri de Contagem.

Receba as notícias do Aqui de graça no seu celular. Inscreva-se.