Conecte-se conosco

Notícias

Vítima de agressão relata ameaça: medida protetiva não me impede de te dar um tiro

Caso foi registrado em Pouso Alegre, no Sul de Minas Gerais. Polícia prendeu suspeito nessa quarta-feira (8)

mm

Publicado

em

Mulher procurou a polícia em 31 de maio para relatar o criem | Foto ilustrativa: Pixabay

Está à disposição da Justiça um homem, de 41 anos, preso nessa quarta-feira (8) por agredir a ex-esposa, de 42, em Pouso Alegre, no Sul de Minas Gerais. Câmeras de segurança flagraram o ataque, registrado no fim de maio. 

No crime, chama atenção o desprezo do suspeito pelas medidas legais de proteção à mulher. Isso porque, segundo a vítima, ele teria dito que poderia dar um tiro nela que a medida protetiva não impediria. 

A mulher, acompanhada do filho de 16 anos, procurou a polícia, em 31 de maio, para relatar o crime. Em seguida, a Polícia Civil representou pelo mandado de prisão preventiva do suspeito. 

Com a medida cautelar deferida, a equipe da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher prendeu o investigado, encaminhado ao sistema prisional. 

Medida protetiva 

As medidas protetivas são garantidas por lei para as vítimas de violência doméstica, com objetivo de garantir a proteção. A lei prevê medidas que devem ser cumpridas pela pessoa citada, entre elas afastamento do lar e proibição de contato. Também é previsto o encaminhamento da pessoa ofendida para programa oficial de proteção. 

Mulheres vítimas de violência doméstica podem solicitar a medida protetiva por meio de advogados, da Defensoria Pública, da Delegacia de Polícia e do Ministério Público.

Continue lendo
Clique para comentar
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments