Notícias

Polícia Civil indicia padrasto pela morte do enteado, de 2 anos, em Vespasiano

A criança faleceu em março de 2020. O padrasto cuidava da criança de 2 anos e da irmã, enquanto a mãe trabalhava.

Publicado

em

Foto: Reprodução

Um homem de 27 anos foi indiciado pela Polícia Civil pela morte do enteado, de 2 anos, em Vespasiano. O crime ocorreu em março de 2020.

O suspeito era companheiro da mãe da criança e costumava cuidar da vítima e da irmã dela, de 4 anos, enquanto a mãe trabalhava em uma lanchonete.

No dia do crime, o casal saiu de casa com as crianças e foram até o bairro São Benedito, em Santa Luzia. No local, o suspeito comprou drogas e, depois, a mulher seguiu para o trabalho, deixando as crianças sob cuidados do suspeito.

Ao chegar em casa, a mulher encontrou o filho reclamando de dores na região da barriga. Questionado, o homem afirmou que estava no interior de um ônibus quando o veículo freou e a criança bateu contra uma barra metálica.

O menino foi encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento de Vespasiano e, depois, a um hospital em Belo Horizonte. A vítima passou por cirurgias mas não resistiu e morreu no dia 28 de março de 2020 devido a uma grave lesão no intestino.

Durante as investigações, a Polícia Civil encontrou contradições nos depoimentos do suspeito, que eram incompatíveis com a gravidade dos fatos.

O homem teve a prisão preventiva decretada no dia 23 de maio. No dia 27, ele foi até uma unidade da Polícia Militar, em Contagem, onde foi reconhecido e preso. 

As informações foram divulgadas na tarde desta quarta-feira (01).

Receba as notícias do Aqui de graça no seu celular. Inscreva-se.