Esportes

Hulk defende Vargas após duras críticas: “Não abaixar a cabeça”

mm

Publicado

em

Pedro Souza / Atlético-MG
O atacante Hulk defendeu Vargas após pedido da torcida para que o chileno saia do clube

Após duras críticas ao atacante Eduardo Vargas e pedidos dos torcedores para a saída do chileno, Hulk defendeu o colega. Após a partida na qual o Atlético saiu vitorioso contra o Alianza Lima-PER, pela terceira rodada da fase de grupos da Copa Libertadores, uma das grandes estrelas do time declarou apoio a fase que Vargas está passando.

Isso porque, embora Igor Gomes tenha feito dois gols no segundo tempo contra os peruanos, na primeira metade da partida, Vargas perdeu duas chances claras.

“O que a gente tem que fazer é sempre dar o braço ao nosso companheiro, independentemente de quem seja. Se você olhar, no primeiro lance que o Vargas perde o gol, eu vou lá e levanto ele. Sei o quanto ele trabalha. Por vezes, você não toma as melhores decisões. O que não pode é abaixar a cabeça”, começou Hulk.

Já prevendo as críticas da torcida, que reclamou de atuações passadas do peruano, o principal atacante do time reforçou que Vargas tem “muita qualidade” e está trabalhando para ajudar o Atlético. “É um cara que tem muita qualidade e vai ser muito importante para a gente. Não podemos deixar ele ser apedrejado como está sendo. Temos que dar o braço e levantar. A gente sabe o quanto ele trabalha e se entrega para nos ajudar”, continuou.

E Vargas não foi o único a desperdiçar chances. O próprio Hulk errou um pênalti e citou a necessidade de frieza para não se abalar pelo erro. “São apenas alguns segundos em que você acaba se frustrando um pouco. Tem que virar a chave de imediato. Tem que focar e concentrar porque vão vir outras oportunidades. Tínhamos mais 45 minutos e o apoio da nossa torcida. A gente sabia que o gol ia sair”, disse sobre o assunto.

Além de Hulk, a namorada de Vargas o defendeu recentemente nas redes sociais. A modelo Juliana Peixoto acabou apagando o post pouco depois da publicação e deu a entender que providências jurídicas seriam tomadas. Tudo aconteceu após a partida do Atlético contra o Brasil de Pelotas, no dia 26/04. Na partida, o chileno também perdeu gols fazendo com que a Galoucura, torcida organizada do Galo, pedisse sua saída.

“É impressionante a falta de integridade de algumas pessoas. Chega a ser cômico como o desespero leva o ser humano a atos desesperados de arrogância, ingratidão, crueldade e até mesmo violência”, escreveu Juliana.

Já a parte que mais chamou atenção foi a seguinte: “Que todas as medidas sejam devidamente tomadas a atos de imoralidade”. O recado ainda foi encerrado com um versículo da Bíblia.

Publicidade
Publicidade
Receba as notícias do Aqui de graça no seu celular. Inscreva-se.