Conecte-se conosco

Notícias

Vídeo registra a briga que terminou em morte na zona sul

A PCMG instaurou inquérito. O idoso foi preso. O corpo do professor de história será sepultado nesta sexta-feira.

Publicado

em

Sistema de vigilância do prédio registrou o momento da briga que terminou em morte na zona sul | Foto: print do vídeo

Deve ser sepultado hoje o corpo do professor de história, Júlio César Lorens Júnior, 28 anos, esfaqueado após atingir o vizinho com spray de pimenta. O caso foi no condomínio Zenith, bairro Santo Antônio, região Sul de Belo Horizonte.

O professor era filho de um desembargador do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG). Em nota, o tribunal lamentou o ocorrido. Conforme a polícia, a esposa da vítima contou que o idoso de 67 anos estaria montando um móvel no apartamento quando Júlio tocou a campainha. Ao perceber que o professor de história estava com algo na mão, o idoso pegou uma faca e abriu a porta.

Pelas imagens das câmeras de vigilância do prédio é possível ver o momento em que Júlio Cesar joga gás pimenta no rosto do idoso:

A polícia militar foi acionada e levou a vítima das facadas para o Hospital Pronto-Socorro (HPS) João XXIII, onde passou por cirurgia, mas morreu em seguida.

A Polícia Civil abriu inquérito para investigar o caso. O idoso foi preso.

Continue lendo
Clique para comentar
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments